Resenha: A Perseguição - Sidney Sheldon

1:29 AM



Livro: A Perseguição
Autor: Sidney Sheldon
Páginas: 234
Editora: Galera Record
Nota: 



Masao Matsumoto tinha uma vida perfeita, uma família inabalável e um futuro promissor como o único filho e herdeiro de uma fortuna. Mas tudo ficou no passado.
  Quando um acidente inexplicável acaba tirando a vida de seus pais nos Estados Unidos, Masao viaja imediatamente para o país desconhecido e lá, acaba descobrindo que há pessoas interessadas em acabar com sua vida para conseguir sua herança.
  É aí que a caçada inicia-se.
  Não há pessoas confiáveis, não há lugares em que ele possa esconder-se. Masao não consegue nem ao menos buscar ajuda de fora. Sua unica saída é fugir. E como se não bastasse ter que esconder-se de apenas uma pessoa, ele ainda é acusado de assassinato e terá que lutar mais do que o dobro para fugir da polícia.
  Preso em um país desconhecido, Masao enfrentará muitos obstáculos, apenas para ter a chance de manter seu coração batendo.
  Sua esperança talvez seja Kunio Hidaka, um amigo próximo da família Matsumoto. A única pessoa que Masao conhece em todo o território norte-americano. Mas Masao sabe que chegar até ele poderá exigir sua própria vida como pagamento.
  A Sanae é outra aliada - vulgo futuro amor incondicional - do Masao. Eu gostei dela e da participação que ela teve na história. Ela é determinada, tem esperança e é alguém importante pra manter o Masao na linha certa e impedir que ele acabe dessitindo e/ou pirando com tudo.
  Vou confessar, sou fã incondicional do Sidney Sheldon. O cara é simplesmente um mestre em romances policiais e tem o dom de fazer qualquer leitor grudar os olhos nas páginas de seus livros e, como em uma hipnose, fazê-lo devorar a história em horas. No caso desse livro, é mais fácil ainda. Com 234 páginas e uma história cheia de surpresas, a leitura flui com bastante rapidez.
  Uma das coisas mais surpreendentes, é que esse livro foi lançado em 1994 e 20 anos depois, não entrou para a lista de livros "antigos", no sentido de que parece que a história aconteceu há alguns meses atrás. A descrição e os detalhes são muito bem feitos, mas o Sidney consegue preservar a essência do enredo com tanta habilidade que você consegue imaginar a história acontecendo no presente.
  Aí você que está lendo isso, olha a nota que eu dei pro livro e pensa "mas então, por que você deu 4 estrelas se o livro parece ser tão bom à ponto de merecer 5?"
  Simples meu caro leitor, pelo fato de eu conhecer muito bem a obra do magnífico Sheldon. E por esse motivo, tenho os meus preferidos. Não é que eu tenha me decepcionado com esse livro (jamais, de forma alguma!), mas eu dou essa nota, comparando aos outros livros e tal. Mas é só por isso mesmo. E eu acredito que muitos (talvez a maioria), vão dar nota máxima pra história do Masao, porque é realmente muito boa, como as 4 estrelas dizem.
  Mas atenção! Eu escolhi esse livro  porque ele é  infato-juvenil e não tem o estilo forte que alguns livros do autor têm. Portanto, se vocês forem ler esse livro, - e eu realmente espero que vocês leiam, porque é ótimo! - e depois quiserem ler outros do Sidney, eu aviso, alguns dos livros tem um estilo mais adulto, com cenas para maiores de 18, digamos assim hahaha. Não que seja proibido, mas é aviso para aqueles que não gostam muito do estilo. Não é nenhum 50 tons de cinza (nada contra quem gosta, também, né), mas todas as cenas que o autor cria são detalhadamente ricas, o que inclui, as cenas mais "fortes".
  Enfim, não quero assustar vocês. Eu comecei a ler os livros dele com 16 anos e me apaixonei, então, se você procura romances cheios de intrigas, traições, mortes, corrupção, máfia italiana, 2ª Guerra Mundial, estrelas de Hollywood e suas vidas sombrias, entre outros gêneros... O autor certo é o Sidey Sheldon.
  Boa leitura e até a próxima!


You Might Also Like

0 comentários